ANESP discute com gestores direitos de gestantes e lactantes nesta sexta (20)

Reunião solicitada pelo grupo Renascimento do Parto será às 10h na sala 402 do Anexo II do Ministério da Justiça

 Palácio da Justiça. Foto: Flávio Serafini

Palácio da Justiça. Foto: Flávio Serafini

Um dos compromissos assumidos em campanha pela nova gestão da ANESP é a articulação em torno dos direitos do servidor em relação à família com cuidado especial com a gestação e licenças maternidade e paternidade dos gestores. Para dar início ao debate, diretores da Associação e gestoras membros do grupo Renascimento do Parto, que possuem demandas específicas relacionadas à licença maternidade e período de amamentação, se reúnem a partir das 10h desta sexta-feira (20), na sala 402 do Anexo II do Ministério da Justiça. O evento será aberto a todos os interessados.

A vice-presidente da ANESP, Aleksandra Santos, explica a iniciativa. “Nós precisamos rever os direitos relativos à maternidade e a aplicação deles. A nossa intenção é articular uma proposta concreta que envolva o maior número de carreiras do serviço público possível. Por isso, convidamos os interessados para que compareçam e que somem forças conosco”, enfatiza.

As propostas iniciais são por um período de licença maternidade que seja considerado como tempo de efetivo exercício também para fins de estágio probatório; solicitação de redução de carga horária até os dois anos da criança com ou sem redução proporcional na remuneração; aplicação e revisão do período para licença paternidade e também a viabilidade para a redução da carga horária do pai também com ou sem redução proporcional na remuneração.

Serviço:
Direito de lactantes e gestantes no funcionalismo público
Data - 20 de dezembro
Horário - 10h
Local - Anexo II - Ministério da Justiça - sala 402