ANESP se reúne com deputados por emenda que inclua EPPGGs na PEC 147

Diretor e presidente da Associação e líderes do Ciclo de Gestão e Núcleo Financeiro se reúnem com parlamentares na Câmara dos Deputados. Proposta de emenda à constituição fixa remuneração em 90,25% do subsídio dos ministros do Supremo Tribunal Federal

O presidente Trajano Quinhões e o diretor Ricardo Vidal representaram os EPPGGs em reunião realizada na segunda-feira (11), na Câmara dos Deputados, sobre a PEC 147. O encontro serviu para reforçar a importância de manter a emenda que inclui as carreiras do Ciclo de Gestão e Núcleo Financeiro na fixação da remuneração em 90,25% do subsídio dos ministros do Supremo Tribunal Federal - STF. Também participaram da reunião os líderes da Assecor e da Afipea.

 Deputado Policarpo Foto: Alexandra Martins

Deputado Policarpo Foto: Alexandra Martins

A reunião se fez necessária após a Comissão Especial da PEC 147 ter rejeitado no último relatório todas as emendas, mantendo, assim, apenas os Auditores-Fiscais e da Receita Federal do Brasil, os Auditores Fiscais do Trabalho e os servidores do grau máximo ou nível máximo da carreira do Banco Central do Brasil.

Após a reunião, o autor da emenda que inclui as Carreiras na PEC 147, deputado Policarpo, se comprometeu a manter o apoio às carreiras, articulando para que o posicionamento do relator seja revisto. Caso contrário, o deputado firmou compromisso de votar em separado para que o tema seja levado ao Plenário.

Os representantes da Carreira também se reuniram com a deputada Érica Kokay, membro da Comissão Especial constituída para julgar a PEC 147, com o mesmo propósito de rever a exclusão da emenda que contempla as Carreiras.

Além disso, o presidente da Assecor se reunirá nesta terça-feira com o Deputado Amauri Teixeira, autor da Proposta, com a intenção de discutir novas articulações para incluir novamente as Carreiras que eram contempladas pela emenda.

Fonte: Assessoria de Comunicação ANESP com Assecor