Fonacate: entidades devem rejeitar proposta de reajuste salarial

 Foto: Arquivo / Filipe Calmon / ANESP

Foto: Arquivo / Filipe Calmon / ANESP

As entidades que fazem parte do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) se reuniram emergencialmente nesta terça-feira (30) para avaliar a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governo: 21,3% dividido em quatro reajustes anuais (5,5% em 2016, 5% em 2017, 4,75% em 2018 e 4,5% em 2019). A avaliação geral é de que a oferta está aquém do esperado pelas entidades - a demanda é de 27,3% para 2016 - e de que será rejeitada pelos servidores.

O posicionamento do Fonacate foi expresso em nota que o Fórum publicou dia 02 de julho. Aprovado por todos os dirigentes presentes na reunião, o texto argumenta que a contraproposta tem como base projeções frágeis para a inflação e para o PIB dos quatro próximos anos.

Veja a nota do Fonacate sobre a contraproposta

Um novo encontro com o Secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (SRT/MP), Sérgio Mendonça, está marcado para as 14h do próximo dia 7 de julho. Até lá, as entidades se reunirão com suas bases em Assembleias Gerais para consolidar a avaliação da proposta governamental.

Na reunião, a ANESP foi representada pelo Presidente, João Aurélio. Os dirigentes das demais entidades do Ciclo de Gestão (AACE. Assecor, Afipea e Unacon) também estiveram presentes.