Campanha salarial: Entidades se reúnem na sede do SINAL

 Foto: Marina Mercante

Foto: Marina Mercante

Os representantes das carreiras típicas de Estado que vão ser contempladas na mesma Medida Provisória se reuniram na manhã de hoje na sede do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (SINAL).

O objetivo foi compartilhar as reações das bases sindicais em relação ao atraso da Secretaria de Recursos Humanos (SRH) na publicação da MP e definir as próximas ações em conjunto. O diagnóstico das entidades é de que o governo receia que o reajuste seja utilizado pela oposição como item de campanha eleitoral.

O presidente da ANESP, Ricardo Vidal, sugeriu que a ênfase agora seja na atuação junto a parlamentares e que seja feito um estudo com os deputados que devem ser contactados pelos dirigentes sindicais. Apesar de o período eleitoral impor dificuldades a essa mobilização, algumas carreiras possuem, em outros estados, representantes que também vão ser acionados para essa tarefa.

Foi consenso o fato de que o trabalho para acelerar a edição da MP deve visar a retirar o item da pauta da campanha eleitoral e trazê-lo para a temática ao qual pertence: a valorização do serviço público de carreira.

“Vamos reiterar o diálogo com as autoridades do governo e procurar os atores chave no Congresso Nacional, tanto da situação quanto da oposição”, afirmou Vidal. Segundo ele, as carreiras envolvidas na Medida Provisória têm um histórico grande de contribuição para o Estado e não podem ficar sujeitas a uma conjuntura política passageira.

Entidades participantes da reunião na sede do SINAL/DF:

Associação dos Funcionários do IPEA (Afipea)
Associação dos Servidores da Susep (Assup)
Associação Nacional dos Auditores Fiscais da RFB (Anfip)
Associação Nacional dos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (ANESP)
Associação Nacional dos Técnicos do Planejamento (Anpla)
Associação dos Analistas de Comércio Exterior (AACE)
Associação dos Servidores da Carreira Orçamento (Assecor)
Sindicato dos Funcionários da Comissão de Valores Mobiliários (SindCVM)
União Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle (Unacon Nacional)
União dos Advogados Públicos Federais do Brasil (Unafe)

Fonte: Assessoria de Comunicação ANESP