ANESP e Enap iniciam trabalhos

Qualidade foi tema central da reunião

  O Presidente João Aurélio e o  Diretor de Comunicação Matheus Azevedo foram recebidos pelo Presidente da ENAP, Gleisson Rubin, e a Chefe de Gabinete da ENAP, Aline Soares, ambos EPPGGs. Foto: Filipe Calmon / ANESP

O Presidente João Aurélio e o Diretor de Comunicação Matheus Azevedo foram recebidos pelo Presidente da ENAP, Gleisson Rubin, e a Chefe de Gabinete da ENAP, Aline Soares, ambos EPPGGs. Foto: Filipe Calmon / ANESP

O relacionamento entre a Associação Nacional dos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (ANESP) e a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) vai de vento em popa. O Presidente Gleisson Rubin abriu e vem aprofundando diálogo com a Associação, com foco naquilo que têm em comum: a busca por uma ENAP cada vez mais forte. Prova disso está nos resultados da primeira reunião de trabalho entre as entidades após sua posse. O encontro, realizado na quinta-feira (19), ainda contou com a presença da Diretora de Formação Profissional, Maria Stela Reis, e da Chefe de Gabinete da Presidência, Aline Soares. A ANESP, por sua vez, foi representada pelo Presidente, João Aurélio, e pelo Diretor de Comunicação, Matheus Azevedo.

Os presidentes das entidades avaliaram a reunião ao término do encontro. Gleisson destacou a internacionalização da ENAP, apontando para as possíveis parcerias com as universidades americanas Columbia, de Nova Iorque, e Harvard, de Massachusetts, costuradas juntamente com a ANESP.

"Foi a primeira reunião apenas. Há todo um ciclo de reuniões que a gente deseja abrir com a ANESP. Tem um elemento central nessa agenda de trabalho que é a formação dos servidores públicos. A novidade para esse período de gestão que está começando é buscar fontes em outros países, outras instituições acadêmicas de renome. Há uma conversa iniciada com a Universidade Columbia, em Nova Iorque, e uma expectativa para reunião em abril com a Universidade Harvard. Há também questões mais pontuais apresentadas pela ANESP, como aprofundar o diálogo com as carreiras de gestores dos estados. A Enap vai se associar também nesse esforço”, assegurou, Gleisson Rubin.

  A Diretora de Formação Profissional da ENAP, Maria Stela Reis, participou do encontro.  Foto: Filipe Calmon / ANESP

A Diretora de Formação Profissional da ENAP, Maria Stela Reis, participou do encontro. Foto: Filipe Calmon / ANESP

João Aurélio se mostrou satisfeito com o andamento das reuniões, principalmente por apontar para mais encontros no futuro, mantendo a diálogo aberto com a Escola a qual chama sempre de “mãe de todos os EPPGGs”.

"A conversa é sempre muito boa. É sempre bom voltar à Enap. Melhor ainda, agora, com o Gleisson. Já temos algumas realizações concretas. Temos foco na qualidade, na excelência, o que é fundamental. E a possibilidade de levar a estrutura de formação da Enap às burocracias estaduais. Não é uma ambição pequena, mas a gente vai conseguir”, projetou o presidente da ANESP.

No que depender do Presidente da ENAP, as conversas com a ANESP serão contínuas.

"Se a ENAP está na condição de prestar um serviço à carreira de gestores governamentais, ela precisa conversar com a carreira de gestores governamentais. E quem está legitimado para exercer essa interlocução é a ANESP. É por isso que nós, antes de apresentarmos qualquer plano de trabalho, qualquer proposta de inovação, qualquer novidade, iremos buscar a ANESP para colher dela as contribuição, as avaliações, as sugestões, enfim, para que a nossa proposta seja legitimada”, pontuou Gleisson.

Confira abaixo os demais ítens em pauta:  

Evento de EPPGGs federais e carreiras estaduais análogas
ENAP e ANESP realizarão em data oportuna encontro entre EPPGGs e membros das carreiras estaduais análogas à federal na Escola para debater a formação dos servidores públicos brasileiros.

Atrair mais servidores do alto escalão para a Escola
As entidades atuarão em parceria para fortalecer a Escola fazendo do trânsito de Secretários e Ministros de Estado algo cada vez mais comum em seus corredores, aumentando o prestígio da Enap, favorecendo aos alunos trocas de experiência com servidores experimentados em cargos de alto escalão e fortalecendo a rede de contatos na Esplanada.

 Foto: Filipe Calmon / ANESP

Foto: Filipe Calmon / ANESP

Garantir a participação em cursos de aperfeiçoamento sem ônus para servidores fora de Brasília
A ENAP revisará a legislação vigente e atuará de forma a garantir que os EPPGGs em exercício fora de Brasília tenham garantido o direito de participar dos cursos de aperfeiçoamento da Escola sem custos.

Validação de cursos para promoção
A ENAP estudará formas de validação de cursos realizados fora da Escola para efeitos de promoção na Carreira

Comitê internacional permanente
ANESP, ENAP e universidades estrangeiras interessadas estudarão como criar um comitê internacional permanente para intensificar o diálogo internacional da Escola.

Aulas de professores estrangeiros nos cursos de aperfeiçoamento
A ENAP declarou interesse de receber professores estrangeiros de alto nível para realizar aulas nos cursos de aperfeiçoamento. ANESP, ENAP e instituições interessadas estudarão formas de viabilização.


Errata
Nosso texto descreve que "A ENAP revisará a legislação vigente e atuará de forma a garantir que os EPPGGs em exercício fora de Brasília tenham garantido o direito de participar dos cursos de aperfeiçoamento da Escola sem custos”. Na verdade, deveria dizer que “A legislação vigente assegura essa prerrogativa aos EPPGG” e que “Por parte da ENAP, é necessário estudar formas de garantir que os EPPGGs em exercício fora de Brasília possam participar dos cursos de aperfeiçoamento da Escola sem custos”.

Em seguida, quando dizemos que a ENAP "estudará formas de validação de cursos", deveríamos comunicar que a Escola “estudará formas de aperfeiçoar o processo de validação”.