Seleções abrem oito oportunidades para atuação na Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia

Foto: Folha do Cerrado

Foto: Folha do Cerrado

A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia está com diversas seleções abertas para compor seus quadros. São oito oportunidades para os departamentos: de Defesa Comercial; de Facilitação do Comércio; de Negociações Internacionais; e de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior. Não há exclusividade para Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGGs) para o preenchimento dos cargos.

Confira abaixo a descrição das vagas:

I)             Departamento de Defesa Comercial

As investigações de defesa comercial se caracterizam pela compreensão do funcionamento dos setores industriais dos produtos investigados e das práticas comerciais de empresas nacionais e estrangeiras, bem como de políticas industrias e comerciais de governos estrangeiros. Ainda engloba a aNálise de interesse público, buscando ponderar os impactos positivos e negativos da imposição de medida de defesa comercial sobre os agentes econômicos e a economia brasileira como um todo.

Os processos envolvem ampla participação das partes interessadas (empresas nacionais e estrangeiras e governos, entre outros) e, em geral, duram em torno de 10 meses. Com base nos dados coletados, o Departamento de Defesa Comercial recomenda ou não a aplicação de medidas destinadas a remediar as práticas desleais.

  1. Vaga: Perfil Técnico

Atividades a serem executadas pelo servidor:
- Execução de trabalho técnico-analítico de instrução das investigações de prática de dumping, de concessão de subsídios acionáveis (medidas compensatórias) e de salvaguardas comerciais previstas nos Acordos da Organização Mundial do Comércio (OMC), além da análise de impacto econômico para considerações de interesse público.
- Possibilidade de atuação no apoio ao exportador brasileiro investigado no exterior e no acompanhamento de controvérsias em curso no âmbito da OMC.
- Trabalho de cunho analítico e multidisciplinar, que requer conhecimentos de economia, comércio internacional, direito e contabilidade.

Requisitos:
- Boa redação e expressão oral;
- Disponibilidade para viagens nacionais e internacionais
- Domínio de Excel
- Fluência oral e escrita na língua inglesa
- Desejável conhecimento das línguas espanhola e francesa
- Capacidade de articulação;
- Capacidade de análise crítica;
- Capacidade de trabalho em equipe;

Enviar currículo para decom@mdic.gov.br

B) Vaga: Perfil Administrativo.

Atividades a serem executadas pelo servidor:
- O servidor ficará encarregado de dar apoio às investigações conduzidas pelo DECOM, especialmente no registro e expedição de documentos elaborados pelos investigadores, juntada de documentos aos autos das investigações e sua disponibilização às partes interessadas, organização do acervo documental do Departamento.
- O servidor ainda poderá ser encarregado de elaborar estudos que subsidiem a criação de guias e manuais que auxiliem o departamento na análise de interesse público.

Requisitos:
- Boa redação e expressão oral;
- Domínio de Word e Excel
- Capacidade de trabalho em equipe;
- Proatividade e organização

Enviar currículo para decom@mdic.gov.br

II)            Departamento de Facilitação do Comércio

O Departamento de Facilitação do Comércio é a área da Secretaria de Comércio Exterior responsável por ações de simplificação e desburocratização das operações de importação e exportação do Brasil. Trata-se de área estratégica e de temática transversal, responsável por sugerir e buscar novas soluções e pela reformulação de procedimentos e exigências, em coordenação próxima com as demais áreas de governo encarregadas da administração e execução de controles sobre as operações de comércio.

A principal iniciativa em curso na área de facilitação de comércio no Brasil é o Programa Portal Único de Comércio Exterior, coordenado pela SECEX e pela RFB, com participação de outros 20 órgãos de governo. O departamento é ainda diretamente responsável pelas iniciativas relacionadas ao Acordo de Facilitação de Comércio da OMC (em especial o Comitê Nacional de Facilitação de Comércio - CONFAC, que conta com a participação dos principais órgãos atuantes no comércio exterior brasileiro), por negociações de acordos internacionais na matéria (atualmente em negociação com Canadá, EFTA, Mercosul e Aliança do Pacífico, com perspectiva de início de outras frentes em breve – Singapura e Coreia), bem como pela condução de iniciativas de cooperação com outros países e organizações internacionais nessa seara (há em curso, além de mecanismos e discussões bilaterais e regionais com os principais parceiros do Brasil, dois projetos de cooperação internacional).

Vaga A: Facilitação de Comércio - Área Internacional

Atividades a serem executadas pelo servidor:
- Atuação em negociações de acordos internacionais na área de facilitação de comércio (atualmente há frentes negociadoras em curso com Canadá, EFTA, Mercosul e Aliança do Pacífico, com perspectiva de início de outras em breve – provavelmente Singapura e Coreia)
- Atuação na condução/articulação de iniciativas de cooperação com outros países, blocos na área de facilitação de comércio (mecanismos e discussões bilaterais e regionais com os principais parceiros do Brasil, como Diálogo Comercial MDIC-DoC, Comissão de Produção e Comércio Brasil-Argentina, Comitê Técnico do Mercosul nº 2, em emas aduaneiros e de facilitação, entre outros)
- Atuação na condução/articulação de projetos de cooperação internacional na área de facilitação de comércio (atualmente há projetos em curso com a Aliança Global para a Facilitação de Comércio e com o Prosperity Fund do governo do Reino Unido)

Requisitos:
- Servidor de nível superior (preferencialmente com formação em Direito, Relações Internacionais, Economia ou áreas correlatas)
- Proatividade;
- Fluência oral e escrita na língua inglesa
- Desejável conhecimento da língua espanhola
- Habilidade para redigir textos técnicos;
- Disponibilidade para viagens internacionais.
- Habilidades de comunicação e relacionamento;
- Boa capacidade de articulação;
- Capacidade de análise crítica e estratégica.

Enviar CV para decoe.cgnf@mdic.gov.br 

Vaga B: Facilitação de Comércio - Área Regulação e Coordenação Governamental

Atividades a serem executadas pelo servidor:
- Atuação na condução/articulação das atividades do Comitê Nacional de Facilitação de Comércio - CONFAC, em coordenação com a RFB e com o setor privado
- Atuação em iniciativas de reformulação de procedimentos e exigências governamentais, em coordenação próxima com as demais áreas de governo encarregadas da administração e execução de controles sobre as operações de comércio (RFB, MAPA, ANVISA, entre outros)

 Requisitos:
- Servidor de nível superior (preferencialmente com formação em Direito – ou experiência correlata)
- Proatividade;
- Habilidade para redigir textos técnicos;
- Habilidades de comunicação e relacionamento;
- Boa capacidade de articulação;
- Capacidade de análise crítica e estratégica. 

Enviar CV para decoe.cgnf@mdic.gov.br

III)           Departamento de Negociações Internacionais

Vaga A) Convergência Regulatória e Barreiras às Exportações
- Atuação na análise e busca de solução de barreiras técnicas reportadas no Sistema Eletrônico de Monitoramento de Barreiras – SEM Barreiras, além participação de treinamento e divulgação para usuários.
- Articulação com demais órgãos de governo e atores relevantes para tratamento de barreiras técnicas e formulação de propostas sobre temas regulatórios em âmbitos bilateral, regional e multilateral, especialmente sobre exigências técnicas compulsórias ou voluntárias que impactam o comércio internacional (acesso a mercados, bem como competitividade de produtos brasileiros no mercado local e global).
- Atuação em atividades relacionadas a planejamento, identificação de demandas, interlocução com atores relevantes, negociação, acompanhamento e implementação de iniciativas facilitadoras de comercio, especialmente as relacionadas à convergência regulatória
- Representação, acompanhamento e posicionamento em reuniões, mecanismos de cooperação e fóruns especializados em temas de barreiras técnicas e regulação em âmbito nacional, regional, bilateral e multilateral.

Habilidades necessárias
-
Capacidade de análise crítica e estratégica
- Habilidade para levantamento de informações por meio de pesquisa em distintas fontes
- Agilidade na resolução de problemas
- Capacidade de articulação e adaptação a situações de pressão
- Inglês (oral e escrito)
- Espanhol (oral e escrito)
- Disponibilidade para viagens internacionais (desejável)
- Conhecimento ou experiência nas áreas de Comercio Internacional, Administração, Direito, Economia, Relações Internacionais e afins
- Os perfis selecionados serão entrevistados entre os dias 21 e 30/1/2019 pela Coordenadora-Geral de Convergência Regulatória e Barreiras às Exportações, área recentemente criada na estrutura da Secretaria de Comercio Exterior do Ministério da Economia.

Envio de CVs para o email juliana.pires@mdic.gov.br

Vaga B) Temas Multilaterais

O trabalho na CGTM envolve atuação junto a diferentes órgãos governamentais, setor privado, academia e outros setores da sociedade civil, em temas não-tarifários de comércio internacional, sobretudo relativos às negociações de investimentos, serviços, compras governamentais, propriedade intelectual e comércio eletrônico.

A CGTM também participa das discussões em diversas iniciativas relacionadas a esses temas junto a organismos e entidades internacionais tais como a OMC, o G20 e a Unctad.

Principais atribuições:

- Elaboração de Notas Técnicas, documentos informativos e apresentações, para subsidiar a participação do Ministério em negociações comerciais de temas de competência da CGTM.
- Participar de reuniões de coordenação interna com representantes de outros órgãos de governo para definição da posição negociadora do Brasil nos assuntos afetos à CGTM.
- Representar o DEINT em reuniões e  rodadas de negociação nos temas de competência da CGTM que tenham lugar no Brasil e no Exterior. 

Perfil desejável: Interesse por temas comerciais e pelo Sistema Multilateral de Comércio; disponibilidade para viagens; familiaridade com o pacote Office; Inglês e Espanhol avançado; boa capacidade de expressão oral e escrita.

Enviar CV para deint@mdic.gov.br

IV)          Departamento de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior

O Departamento de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior é a área da Secretaria de Comércio Exterior responsável por coletar, processar, avaliar e analisar os dados para compilação e disseminação das estatísticas de comércio exterior, bem como elaborar estudos e avaliações econômicas relacionados ao comércio exterior.

A Coordenação-Geral de Inteligência Comercial é a unidade responsável pela a realização de análises e estudos sobre comércio internacional na Secretaria de Comércio Exterior. Os trabalhos são concentrados em análises estatísticas/econômicas relacionadas à política comercial brasileira, com foco em simulações baseadas em modelos de equilíbrio geral e análises econométricas.

A Coordenação-Geral de Estatística é a unidade responsável por produzir o dado estatístico de comércio exterior, desde a coleta à divulgação, com aplicação das metodologias, observância de boas práticas e alinhamento aos manuais internacionais. É também a unidade responsável por planejar as disseminações e divulgações das informações estatísticas sobre o comércio exterior, além de elaborar e divulgar a balança comercial brasileira.

Vaga A: Inteligência Comercial 

Atividades a serem executadas pelo servidor:
- Elaboração de análises de dados, estatísticas e econômicas sobre temas relacionados à Secretaria de Comércio Exterior.
- Realização de simulações de equilíbrio geral com o objetivo de quantificar os efeitos de políticas comerciais, tais como: acordos comerciais, alterações tarifárias, medidas de facilitação de comércio etc.

 Requisitos:
- Servidor de nível superior (preferencialmente com formação em Economia – ou experiência correlata)
- Proatividade;
- Capacidade de trabalhar em equipe de maneira cooperativa;
- Conhecimentos de Microeconomia;
- Conhecimentos de Estatística/Econometria;
- Interesse em aprender programação para análise de dados (preferencialmente pela linguagem R);

Enviar CV para deaex.coest@mdic.gov.br

Vaga B: Produção e divulgação estatística 

Atividades a serem executadas pelo servidor:
- Planejar e executar processos de coleta, processamento, validação e análises de dados de comércio exterior, bem como manejo de massas de dados para produção de informação analítica.
- Planejar e elaborar divulgações de estatísticas e análises de comércio exterior, bem como planejar os sistemas de disseminação dos dados estatísticos (Comex Stat, Comex Vis e publicações no portal).

Requisitos:
- Servidor de nível superior;
- Proatividade;
- Capacidade de trabalhar em equipe de maneira cooperativa;
- Interesse em aprender programação para análise de dados (preferencialmente pela linguagem R);
- Interesse em aprender ferramentas estatísticas e técnicas para manejo de massas de dados (R, SQL, técnicas de processamento de dados, técnicas de visualizações de dados);
- Conhecimentos de Estatística;

Enviar CV para deaex.coest@mdic.gov.br