MP realiza conferência sobre tecnologia Blockchain

Foto: CreTech

Foto: CreTech

Clipping: Ministério do Planejamento

O Blockchain é uma das tecnologias que faz o Bitcoin (moeda digital) funcionar

A Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (Setic/MP), com o apoio da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), promove na próxima terça-feira (19), a partir das 14 horas, a Conferência Blockchain: Criptomoedas e Segurança em IOT, ministrada pelo especialista em criptografia e finanças, André de Castro. A atividade será realizada no auditório da Setic, localizado na 516 Norte, em Brasília. As vagas são limitadas.

O Blockchain é uma das tecnologias que faz o Bitcoin funcionar. É um banco de dados descentralizado que armazena todas as transações que ocorreram na história do Bitcoin. O Bitcoin é uma moeda, assim como o real ou o dólar, mas bem diferente dos exemplos citados, uma vez que não é possível mexer no bolso da calça e encontrar uma delas esquecida. Ela não existe fisicamente, é totalmente virtual.

Com Bitcoins, é possível contratar serviços ou adquirir coisas no mundo todo. O número de empresas que a aceitam ainda é pequeno, mas vários países, como a Rússia se movimentam no sentido de “regular” a moeda. Em abril deste ano, o Japão começou a aceitar Bitcoins como meio legal de pagamento. O esperado é que até 300 mil estabelecimentos no Japão aceitem, até o final do ano, este tipo de dinheiro.

A Internet das Coisas ou Internet of Things (IoT), em inglês, é um termo utilizado para descrever um paradigma tecnológico no qual os objetos físicos estão conectados em rede e são acessados através da Internet. Uma Coisa, no contexto da Internet das Coisas, é um objeto conectado que pode ser, por exemplo, uma pessoa com um monitor cardíaco, um animal rastreado em uma fazenda, um tanque industrial com sensores de nível, um carro com sensores que avisam a pressão dos pneus, uma lâmpada de iluminação pública de uma cidade, uma tomada em sua casa ou qualquer outro objeto natural ou construído pelo homem.

A Internet das Coisas possui várias tecnologias em comum com as tecnologias de comunicação machine-to-machine (M2M), usual em produtos industriais, de medição de energia, água, gás e óleo. Entretanto, o conceito de Internet das Coisas vai além da comunicação M2M pois propõe um futuro no qual todos os objetos estão conectados e comunicando-se de forma inteligente. Em outras palavras, o mundo físico com a Internet das Coisas dá origem a um grande sistema de informações.

O palestrante – André de Castro é executivo de tecnologia, tecnólogo de software, especialista em criptografia e especialista em finanças, com atuação na indústria de criptografia de Bitcoin desde sua criação em 2010. Pioneiro e evangelista da Bitcoin, é um líder de pensamento da indústria e tem atuado nas mais diversas frentes, seja como desenvolvedor de software, investidor, trader, consultor em políticas públicas e inventor. Como desenvolvedor, concebeu e projetou o AirWavePay, um sistema de pagamento em criptografia sem contato, e o Blockchain of Things Catenis, a primeira rede de dispositivos ativados por blockchain para resolver os desafios do IoT e da Internet Industrial. Também ajudou o governo dos EUA a desenvolver suas políticas de criptografia monetária. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Enap).

Conferência Blockchain: Criptomoedas e Segurança em IOT
Data: 19/09/2017 (terça) – das 14h às 18h
Local: 516 Norte – Auditório da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (Setic/MP)
Inscrições pelo e-mail digc@enap.gov.br
Vagas limitadas!