Ciclo de Gestão se reúne com Secretário de Relações de Trabalho

 Presidente da ANESP, Alex Canuto (de terno claro) e o Diretor de Assuntos Profissionais, Paulo Paiva (gravata vermelha) com os demais representantes das entidades que compõem o Ciclo de Gestão em reunião na SegRT. Foto: Filipe Calmon / ANESP

Presidente da ANESP, Alex Canuto (de terno claro) e o Diretor de Assuntos Profissionais, Paulo Paiva (gravata vermelha) com os demais representantes das entidades que compõem o Ciclo de Gestão em reunião na SegRT. Foto: Filipe Calmon / ANESP

O Presidente da ANESP, Alex Canuto, e representantes das demais entidades que compõem o Ciclo de Gestão estiveram reunidos, nesta segunda-feira (26), com o Secretário de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (SegRT/MP), Augusto Chibas.

A reunião foi marcada no encontro de 15 de agosto e serviria para avaliar o andamento das cobranças realizadas à época sobre o cumprimento do termo do acordo da Campanha Salarial 2015. No entanto, nada mudou. As entidades continuam acompanhando a tramitação de projetos de lei de reajustes salariais que podem quebrar a isonomia histórica entre carreiras de estado, o que ameaça o termo do acordo realizado em dezembro de 2015. Além disso, pontos específicos de cada entidade foram novamente cobrados sem que novidades fossem relatadas por parte do governo.

Clique na imagem para legendas

Apesar de garantido o reajuste de 27,9% em 4 anos, cuja primeira parcela já incide sobre os vencimentos dos EPPGGs, os PLs 5.864 e 5.865 que tratam do reajuste da Receita e da Polícia Federal, dentre outras carreiras, respectivamente, ameaçam o alinhamento de remuneração histórico entre essas e as carreiras do Ciclo de Gestão. O Secretário foi novamente alertado pelos representantes do Ciclo de Gestão no sentido de que os benefícios que vierem a ser concedidos à PF e a RFB deverão ser estendidos também ao Ciclo. Chiba acredita que o melhor para todos seria que Receita e Polícia Federal recebam reajuste idêntico ao já concedido às demais carreiras, sem bônus de eficiência ou compensações que quebrem o alinhamento remuneratório.

O Presidente da ANESP, Alex Canuto, cobrou novamente a criação do grupo de trabalho que servirá para discutir propostas para regulamentar o teletrabalho. Augusto Chiba, mais uma vez, reconheceu a importância do tema, disse que tem interesse em o regulamentar e se comprometeu a divulgar cronograma do GT nas próximas semanas, conforme já havia prometido em reunião no dia 25 de agosto.

José Borges de Carvalho Filho, Coordenador-Geral de Negociações e Relações Sindicais, Maria da Penha Barbosa da Cruz, Coordenadora-Geral de Carreiras, Concursos e Desenvolvimento de Pessoas III, Newton Padilha e o EPPGG Antônio Rafael da Silva Filho, ambos Assistentes, participaram da reunião pela SegRT. Pelo Ciclo de Gestão, participaram ainda: o Presidente da Afipea, Fábio Schiavinatto; o Vice-Presidente da AACE, Tiago Munk; o Secretário-Geral da Assecor, Leandro Couto; e o Diretor de Assuntos Profissionais da ANESP, Paulo Paiva. Além deles, o Presidente e a Vice-Presidente da Unacon Sindical, Rudnei Marques e Márcia Uchoa, estiveram presentes.