Ministra do Planejamento convocada na Câmara para dar esclarecimentos sobre concurso para EPPGG

Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados realiza Audiência Pública sobre concurso suspenso na Justiça

Miriam Belchior - Ministra do MPOG Foto: Zeca Ribeiro - Câmara dos Deputados

Miriam Belchior - Ministra do MPOG

Foto: Zeca Ribeiro - Câmara dos Deputados

A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior foi convidada pelos membros da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados para dar esclarecimentos sobre o concurso público suspenso na Justiça para provimento de 150 cargos de Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental - EPPGG. O encontro será na quarta-feira (20), às 14h30, no Plenário 12.

Para o deputado Roberto Santiago (PSD-SP), que pediu a audiência com a ministra, o concurso coloca a carreira “em risco” ao prever, dentre outros, “vantagens para comissionados”. “De forma inédita, (o concurso) concede vantagem aos candidatos que tenham exercido cargo comissionado (cargos de confiança – DAS) no Poder Executivo. Desta forma, o servidor comissionado há dez anos já inicia o processo seletivo com 200 pontos de vantagem, sendo que a pontuação máxima do concurso é 660 pontos”, disse o deputado segundo matéria da Agência Câmara de Notícias.

O deputado continua dizendo que “o piso para eliminação deixou de ser por disciplina, como sempre foi e passou a ser pelo conjunto de provas. Será eliminado quem não conseguir um mínimo de 30% no todo do conjunto de provas, o que tornou o processo ainda menos apurado, possibilitando a entrada no quadro de profissionais que não possuem uma formação mais acentuada”.

Saiba mais sobre a atuação da ANESP em relação ao edital do concurso para EPPGG clicando aqui.

Fonte: Assessoria de Comunicação ANESP com Agência Câmara de Notícias