Na Bahia, EPPGGs estaduais ganham destaque

 EPPGGs Marcus Cavalcanti e Maria Amélia assumem Seinfra e Superintendência de Transporte, respectivamente

 Marcus Cavalcanti e Maria Amélia Amaral Fotos: AGGEB

Marcus Cavalcanti e Maria Amélia Amaral Fotos: AGGEB

Mais um EPPGG assume cargo no primeiro escalão do Governo Estadual. Marcus Cavalcanti, que era chefe de Gabinete da Secretaria da Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra), foi nomeado nesta segunda-feira, 31 de março, como secretário titular da pasta. Na mesma edição do Diário Oficial dos dias 29 e 30 de março, a também EPPGG Maria Amélia Pompeu do Amaral foi nomeada para o cargo de Superintendente de Transportes da Seinfra.

“Essas duas nomeações mostram o reconhecimento e importância na carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental. Mas também a fortalece, pois demonstra para todo o estado a eficácia desta carreira para a governança da Bahia”, destaca o presidente da AGGEB, Celio Alcântara.

O secretário Cavalcanti

A experiência de 32 anos atuando no Estado deu ao Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) Marcus Cavalcanti, agora secretário de Infraestrutura, o conhecimento necessário para definir a carreira de EPPGG como sendo a propulsão que torna as políticas públicas de um governo uma realidade: “A gestão é a forma de tornar as políticas públicas de governo uma realidade. Ela consegue dar continuidade ao trabalho do estado, garantindo que as políticas públicas não fiquem paradas em eventuais trocas de governo”.

A superintendente Maria Amélia

“A gestão governamental é a operacionalização cotidiana das políticas públicas. É a forma como o Estado efetiva suas ações, fazendo chegar à sociedade os benefícios. Ao lado do planejamento governamental, a gestão pública é um foro lógico de diálogo entre o Governo e o desenvolvimento socioeconômico”, define Maria Amélia Pompeu do Amaral, recém nomeada superintendente de Transporte da Seinfra. Ela é EPPGG desde 2005 e engenheira civil de formação.

É com essa visão que os dois EPPGG devem conduzir seus trabalhos nos novos cargos do primeiro escalão do Governo da Bahia.

Fonte: ASSOCIAÇÃO DOS GESTORES GOVERNAMENTAIS DO ESTADO DA BAHIA - AGGEB