E-mail antiespionagem para o serviço público federal começa a ser implantado pela Presidência

Medida de segurança obedece determinação da presidente após denúncias de espionagem de agência americana ao governo brasileiro

 Imagem: Divulgação / SERPRO

Imagem: Divulgação / SERPRO

Começou na segunda-feira (16) a implantação do novo sistema de e-mail antiespionagem para o serviço público federal. A Presidência da República é a primeira a receber o “Expresso V3”, ferramenta provida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados - Serpro que promete preservar a integridade e o sigilo das informações trocadas digitalmente por membros da Administração Pública.

A primeira etapa contemplará a Secretaria de Administração da Secretaria-Geral da Presidência, a Secretaria da Micro e Pequena Empresa e a Secretaria de Aviação Civil, que usavam a versão Expresso V2. Em seguida, a expectativa é de que os demais órgãos da Presidência incorporem o Expresso V3 até fevereiro. Nessa fase, seriam contemplados a Casa Civil, Secretaria de Relações Institucionais, Secretaria de Políticas para as Mulheres, Secretaria de Comunicação Social, Secretaria de Direitos Humanos, Gabinete de Segurança Institucional e Secretaria de Assuntos Estratégicos. No restante da Esplanada, o cronograma de implantação do V3 será pactuado entre cada Ministério e o Serpro.

A iniciativa de substituições dos sistemas de troca de mensagens eletrônicas do governo federal veio por meio de decreto da presidente Dilma ainda em setembro, logo após as denúncias internacionais de espionagem da Agência Nacional de Segurança americana - NSA, na sigla em inglês, a governos e empresas de diversos países, dentre eles o Brasil. A justificativa apresentada para a criação e implantação do novo sistema foi a de prover “um sistema de e-mail seguro em todo o governo federal que garanta a segurança das informações e a soberania do Estado”.

Expresso V3

O Expresso V3 é uma solução completa de comunicação, com seis módulos: e-mail, catálogo de contatos, tarefas, calendário, mensagens instantâneas para chat e webconferência. Entre as suas principais vantagens, podemos citar seu caráter de integridade e inviolabilidade, com foco na preservação da informação.

A aplicação conta com recursos de criptografia e ambientes para tráfego e armazenamento próprios do Serpro, o que garante a segurança no acesso ao e-mail e a certeza sobre a autenticidade do emissor, além de assegurar a integridade e a confidencialidade do conteúdo; outro ponto forte é sua interface limpa e intuitiva, com módulos independentes, o que permite que o usuário acesse diferentes seções da ferramenta sem ter que fechá-las durante a navegação.

Já o uso de software livre inclui o Expresso V3 entre as tecnologias consideradas auditáveis, o que significa que o correio eletrônico tem garantias contra os chamados backdoors, dispositivos que extraem informações independente da vontade do usuário.

Fonte: Assessoria de Comunicação ANESP com Secretaria-Geral da Presidência da República