ANESP participa de ato em defesa da Previdência Social na Câmara dos Deputados

O ato público em defesa da Previdência Social, realizado nesta quinta-feira (09), no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, contou com a adesão de dezenas de entidades representantes de trabalhadores da iniciativa privada e de servidores públicos preocupados com o andamento da PEC 287/2016, que trata da Reforma da Previdência. O Presidente da Associação Nacional dos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (ANESP), Alex Canuto, representou os EPPGGs. Além deles, parlamentares como Adelmo Leão (PT/MG), Alessandro Molon (Rede/RJ), Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP), Chico Alencar (Psol/RJ), Chico Lopes (PCdoB/CE), Érika Kokay (PT/DF), Jô Morais (PCdoB/MG), Paulo Paim (PT/RS), dentre outros, conferiram peso ao evento. 

Em seu pronunciamento, Canuto criticou o encaminhamento da matéria por parte do governo sem o devido debate com a sociedade. Segundo ele, a proposta de reforma da previdência tem o objetivo de equilibrar as contas públicas "jogando a conta" para os servidores. “Mas a culpa desse descalabro não é nossa”, assinala. O Presidente da Associação ainda defendeu que outras medidas, como o combate à corrupção, à sonegação e a melhor atuação nas desonerações trariam melhores efeitos para a economia do país.

O ato público é uma realização do movimento "A Previdência é Nossa”, apoiado pelo Fonacate e pela Pública - Central do Servidor, entidades as quais a ANESP é filiada. Estiveram presente os senadores Fátima Bezerra e Paulo Paim, os deputados Arnaldo Faria de Sá, Chico Lopes e Erika Kokay, e diversas lideranças de Federações, Fóruns, Centrais Sindicais, Associações e Sindicatos do setor público e privado e organizações da sociedade civil. O objetivo do grupo é ampliar o debate sobre a Reforma da Previdência, apontar prejuízos da PEC 287/2016 para a sociedade e organizar uma grande mobilização nacional.