Presidente da ANESP participa de audiência pública sobre Reforma da Previdência no Senado Federal

 Presidente Alex Canuto, o segundo da esquerda para a direita, participou da audiência pública. Foto: Divulgação

Presidente Alex Canuto, o segundo da esquerda para a direita, participou da audiência pública. Foto: Divulgação

O Presidente da Associação Nacional dos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (ANESP), Alex Canuto, participou, nesta quinta-feira (23), de audiência pública sobre a proposta de Reforma da Previdência encaminhada ao Congresso pelo Poder Executivo, realizada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal.

 Ubiratan Sanderson, presidente do Sindicato dos Policiais Federais do RS - SINPEF/RS

Ubiratan Sanderson, presidente do Sindicato dos Policiais Federais do RS - SINPEF/RS

"Esses ataques que estamos recebendo com a reforma da previdência, o adiamento de reajustes e o aumento do PSS são um ataque da velha política contra a meritocracia do Estado, pois são as carreiras meritocráticas que estão produzindo ações inovadoras, como a Operação Lava Jato e muitas outras. Este governo representa a velha política que tem medo de investigação, tem medo de perder foro privilegiado, e por isso ataca os servidores que estão escancarando suas velhas práticas oligárquicas”, ressaltou Alex Canuto.

O presidente Michel Temer apresentou na última quarta-feira (22), durante jantar com parlamentares, uma nova versão da reforma. A intenção do governo é convencer a base no Congresso a votar a proposta de emenda à Constituição antes do fim do ano.

O novo texto endurece as regras de aposentadoria para servidores públicos. O tempo mínimo de contribuição passa para 25 anos, enquanto os empregados do setor privado precisariam cumprir os atuais 15 anos. Para receber o valor total do benefício, todos devem somar 40 anos de contribuição. A idade mínima para aposentadoria é de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.

Clique aqui e leia mais sobre a audiência pública no site do Senado.